Conheça os melhores programas para testar o desempenho do seu PC

29 Abr

Geralmente usuários de computador só se preocupam com o desempenho de seus equipamentos quando eles começam a ficar lentos. Mas existem alguns que tem necessidades computacionais mais exigentes e que vivem de olho nesse detalhe. Se você é um deles, a boa notícia é que existem toda uma oferta de aplicativos para testar a rapidez e o desempenho do seu PC.

Chamados por muitos de aplicativos de benchmark, esses programas trabalham forçando o equipamento ao máximo para testar seus limites. No final dos testes, são exibidas notas e gráficos que comparam o dispositivo com outros de configuração próxima ou equivalentes. Entretanto, como um computador é formado por várias partes, algumas pesam mais que outras na questão da performance. Por causa disso, alguns aplicativos de medição são voltados unicamente para uma determinado item. Um bom exemplo disso são os medidores de desempenho para placas de vídeo.

Por ser um componente que impacta muito no desempenho do PC, principalmente na hora de rodar jogos, a placa de vídeo é um dos periféricos que mais tem aplicativos para testá-la. Existem também aplicativos que testam o desempenho do disco rígido, do PC como um todo e mais recentemente, de smartphones e tablets.

Com toda essa “fragmentação” de medidores de desempenho, é preciso conhecer um pouco os programas que fazem esse tipo de trabalho, antes de confiar a eles a tarefa de lhe mostrar como anda seu PC. Para ajudá-lo, o TechTudo preparou uma lista deles, acompanhe:

PCMark

PCMark mede o desempenho do seu PC (Foto: Divulgação)PCMark mede o desempenho do seu PC (Foto: Divulgação)

PCMark é voltado para a medição do desempenho geral do PC. Ele faz diversos testes que cobrem o uso do do equipamento como um todo, sendo o menos específico possível, para poder obter uma visão completa da performance da máquina analisada. Com esse programa, o usuário passa a ter uma noção real da velocidade do PC frente a outras máquinas. Ele tem uma versão gratuita com funções limitadas, mas que já serve para ver como anda seu PC.

Não é preciso fazer muita coisa para usar o programa, pois tudo acontece de maneira automática. Você só pede para fazer o benchmark e depois espera pela apresentação final dos resultados. Na seqüência, você pode comparar os resultados apresentados pelo PCMark com aqueles que foram obtidos por outras pessoas.

3DMark

3DMAX mede o desempenho da placa gráfica de seu PC (Foto: Divulgação)3DMAX mede o desempenho da placa gráfica de seu PC (Foto: Divulgação)

Voltado para placas de vídeo, o 3D Mark é considerado um dos melhores medidores de desempenho gráfico de PC´s rodando programas, jogos pesados e que precisam de recursos em 3D. Ele também tem versões para smartphones e tablets. Para a plataforma Windows o programa é oferecido em diferentes versões que são atreladas à versão do DirectX que estiver instalado no computador. A amarração serve para que o programa possa fazer uma medição com a maior precisão possível. O programa também tem uma versão gratuita com menos recursos e segue a mesma simplicidade do PCMark, até porque ambos são feitos pela mesma empresa.

AIDA64

O AIDA64 também pode lhe mostrar como anda seu PC (Foto: Reprodução/AlternativeTo)O AIDA64 também pode lhe mostrar como anda seu PC (Foto: Reprodução/AlternativeTo)

Focado mais na análise do hardware, o AIDA64 também tem uma opção de benchmark. Quem já conhece o programa não deverá se surpreender com isso, pois ele é um programa bastante completo, mesmo na versão gratuita para uso por 30 dias. A opção de bechmark do programa fica no final do menu na tela principal do AIDA64, no lado esquerdo. Na versão em inglês a opção tem o nome de “benchmark” e se estiver traduzido, ela é chamada de “comparações”.

A opção permite fazer os benchmarks, clicando no item desejado para obter os resultados e as comparações do desempenho de seu PC com o de outros computadores. Dentre as opções de comparação disponibilizadas pelo programa estão testes de memória RAM, CPU e de Pontos Flutuantes (FPU) e vários outros. Apesar de não ser um programa focado em benchmark, vale a pena fazer alguns testes e descobrir como está o seu PC no ponto de vista do AIDA64.

POWERMARK

Powermark mede o desempenho da bateria de seu aparelho (Foto: Divulgação)Powermark mede o desempenho da bateria de seu aparelho (Foto: Divulgação)

Saber até onde aguenta a bateria de um notebook também é muito importante e para ajudá-lo, o Powermark é uma boa opção. Produzido pela mesma empresa que faz o 3DMark e PCMark, o programa testa o consumo e a autonomia de energia em notebooks, laptops, tablets e outros dispositivos alimentados por bateria que executam o sistema operacional Windows.

O Powermark proporciona um teste consistente e preciso que lhe dará uma noção mais completa para aplicar no uso de seu equipamento. Ele conta com um conjunto de testes padrão, com um nível de personalização considerável. Alé disso, ele pode ser executado tanto a partir de uma interface gráfica quanto de uma interface de linha de comandos.

DIskmark

Benchmark do HD com Diskmark (Foto: reprodução/Edivaldo Brito)Benchmark do HD com Diskmark (Foto: reprodução/Edivaldo Brito)

Por ser extremamente mecânico, o disco rígido tradicional é uma das partes do computador que pode diminuir bastante o desempenho do PC. Mas com a ajuda do Diskmark você pode saber mais sobre o disco do seu equipamento e minimizar a possível lentidão causada por ele. Mas o programa vai além da tarefa de analisar o HD, ele pode executar testes em qualquer drive que esteja mapeado em seu computador, seja ele um disco rígido, pendrive ou unidade de rede – no caso deste último, a velocidade a ser medida é a da rede, não a do dispositivo em si.

BootRacer

Bootracer mostra quanto tempo demora para seu PC iniciar (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Bootracer mostra quanto tempo demora para seu PC iniciar (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Quando o sistema demora para carregar, ele termina atrapalhado o uso do computador. Nessa situação, a primeira coisa a ser feita é mensurar o tempo de boot e então tentar descobrir a causa e uma maneira de contornar o problema. Para a primeira tarefa existe o BootRacer, um aplicativo que serve para medir o tempo que seu PC demora para carregar o Windows. Com o BootRacer você pode gravar um tempo de referência, para servir de comparação para os outros. Assim, você pode ter certeza da lentidão do computador e do agravamento ou não do problema.

SiSoftware Sandra

SiSoftware Sandra traz várias opções de benchmark (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)SiSoftware Sandra traz várias opções de benchmark (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

SiSoftware Sandra fecha a nossa lista de aplicativos de benchmark. Ele é um programa que além de mostrar diversos aspectos do seu PC, também traz várias opções de benchmark. Ele pode medir o desempenho geral do PC, do processador, das máquinas virtuais instaladas (.NET e Java), da placa de vídeo, dos discos, da memória e da rede. O melhor de tudo é que ele pode ser usado gratuitamente para testar.

Cada um desses programas tem a sua particularidade e pode ajudar o usuário a encontrar o melhor caminho para alcançar seu objetivo. Seja para escolher o melhor PC, placa de vídeo, HD ou simplesmente para descobrir um gargalo no desempenho. Porém eles não são os únicos, existem muitos outros e destacamos aqui apenas os que mais se sobressaem. Vale a pena testá-los para descobrir qual deles é a melhor opção para o seu objetivo. No final, aquele que resolver o seu problema, ao menos para você, será o melhor.

                                                                                                         Fonte:Techtudo

É disso que eu estava falando‏

12 Jan

 

k800

A CES chegou metendo o pé na porta. Mas vamos falar rapidamente da entrada da intel no mercado de smartphones

Eu boto fé de que a intel possa incomodar as grandes, já que usou a nokia pra “testar” a capacidade do meego mas vai entrar com calma, ou seja, o Andorid. O diferencial é o hardware que veio com a cara da lenovo, ou seja, IBM. O que dá um gás totalmente diferente pra esse lançamento. Vamos ver o que essas duas vão aprontar juntas, já que a nova onda no ramo são as junções de grandes nomes.

By : Valbert Silva /Mongbyte

Adeus, Sony Ericsson: Sony oficializa nova marca de celulares e lança Xperia S

10 Jan

Está é a primeira post desse ano….

Obs: Não produzimos essa postagem.Portanto vale conferir o link abaixo da onde a informação foi retirada…

Principal aparelho apresentado roda Android e possui tela de alta resolução, processador com dois núcleos, conexão 4G e duas câmeras fotográficas

 

Sony Xperia S

 

Para o lançamento de sua nova marca de celulares, a Sony apresentou em sua conferência na Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas, os novos modelos que farão parte da linha Xperia, smartphones feitos especialmente para quem gosta de jogar títulos conhecidos do PlayStation.

O novo dispositivo móvel da companhia japonesa é o primeiro smartphone da Sony lançado sob a marca Sony Mobile Communications, que passará a dominar todos os telefones celulares da empresa a partir de agora.

Para quem não sabe, em outubro de 2011 a Sony Ericsson foi totalmente comprada pela Sony, obtendo, assim, a participação que ainda estava em poder da Ericsson.

O Xperia S vem equipado com Android, tela de alta resolução com 4,6 polegadas, processador de 1,5 GHz com dois núcleos, 16 GB de memória interna, conexão 4G LTE e câmera frontal de 720 p e traseira 1080p (12 megapixels), além de conectividade DLNA e HDMI com as televisões Bravia, para transferência de conteúdo.

O item deve antecipar a estreia de uma nova série de telefones, a Xperia NXT. Na apresentação prévia da Consumer Electronics Show (CES), o diretor-executivo da Sony, Kazuo Hirai, explicou que a estratégia da companhia é fazer com que o usuário “jogue, veja conteúdos, escute músicas e compartilhe informações usando diferentes dispositivos”. Dessa forma, a linha NXT continuará apostando em smartphones que podem se conectar com outros produtos.

Outras novidades 

Também foram mostrados três modelos que já são comercializados nos Estados Unidos: o Xperia íon, com rede LTE 4G, e o Xperia Acro e NX, ambos voltados para o mercado japonês.

Todos os três possuem tela de 4.6 polegadas com Reality HD (1280 x 720 pixels), câmera traseira de 12 megapixels com sensor Exmor R e um recurso chamado Fast Capture, que faz com que a câmera saia do modo standby para o primeiro disparo em apenas 1,5 segundo. De acordo com a Sony, essa é a melhor câmera de um dispositivo Android disponível no mercado.

Fonte:Olhar digital

agora a coisa ficou séria

5 Dez

Claro que você sabe que o youtube está de visual novo, afinal, você viu ele antes de vir aqui. Tudo bem, eu também dei uma conferida na home antes de postar.

O que me trouxe aqui foi um menu em especifico o histórico, é meio … assustador ver todo o lixo conteúdo do youtube que você viu , mesmo fora do domínio. Ou seja, aquele vídeo que você viu num blog de humor também aparece lá.

E acredite sem aquele clima de blog de humor é totalmente diferente ver o mesmo vídeo eu me senti mais idiota por ver aquilo, o que vocês acham de toda essa facilidade de ver esse circo dos horrores ? 

by Valbert Silva

Fonte:Mong byte

Segura

26 Nov

A Samsung está em franca Ascenção no mercado de smarts e isso não é novidade, a parte Legal é que o  Omina W já está sim, já está no brasil e ninguém avisa a Samsung disse que está distribuindo e o lançamento será nas próximas semanas, mas você já pode comprar pela Tim

E o danado é lindo deu até vontade de comprar  (de trabalhar ninguém tem) e tem um custo intermediário, ou seja, será que rola um Samsung com Winphone top de linha ?

Achei super interessante essa jogada de trazer ele assim do nada. Pois ainda há uma expectativa em cima do Winphone7 em terras tupiniquins e quando você vê, tem uma opção e nem sabe disso, se foi marketing, foi excelente na minha opinião.

by Valbert Silva

Fonte:Mongbyte

Principal desenvolvedora do PS3 já está focada no PlayStation 4

17 Nov

Entre as possíveis candidatas estariam a Naughty Dog, Guerilla Games e Sucker Punch.

(Fonte da imagem: InGames)

Apesar da Sony ter uma expectativa de ciclo de vida de dez anos para o PlayStation 3 — que comemora hoje seu quinto aniversário —, os trabalhos no sucessor do console já devem ter começado. Segundo rumores da revista americana EDGE, um dos principais desenvolvedores da atual plataforma da empresa já está trabalhando exclusivamente no PlayStation 4.

De acordo com as informações não confirmadas, esta empresa estaria focada na tecnologia gráfica do novo console. A companha, claro, não foi revelada, mas as principais apostas são para Naughty Dog, Guerilla Games ou Sucker Punch. As três criaram alguns dos principais exclusivos do PlayStation 3 e são reconhecidas por expandir os limites visuais da plataforma.

A fonte da EDGE seria a mesma que, ontem, revelou que o Xbox 720 também já estaria na pauta da Ubisoft.

Fonte:Tecmundo.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/video-game/15471-principal-desenvolvedora-do-ps3-ja-esta-focada-no-playstation-4.htm#ixzz1dzxbFDoX

Quem realmente inventou o computador?

11 Nov

Pesquisas indicam que o primeiro computador poderia ter sido criado no século XIX.

 (Fonte da imagem: Time Techland)

O inglês Alan Turing é considerado o “pai do computador”, tendo mostrado ao mundo a sua invenção na década de 30. Entretanto, a primeira máquina capaz de fazer cálculos poderia ter sido inventada no século XIX, caso Charles Babbage tivesse tido condições de viabilizar o seu projeto.

A tese é defendida pelos pesquisadores do Museu de Ciência de Londres. Em suas instalações, o espaço cultural abriga os esboços desenhados por Babbage. Baseado neles, o museu planeja construir pela primeira vez a máquina que poderia ter sido o pontapé inicial da computação.

Chamada de “Difference Engine”, a máquina funcionaria como uma espécie de calculadora, podendo computar grupos de números. Uma das peças necessárias para a criação do equipamento ficou pronta apenas no ano 2000 e, onze anos depois, os pesquisadores estão ansiosos para, finalmente, testar a invenção.

Caso funcione, o equipamento desenhado por Babbage ficará conhecido como aquele que poderia ter sido o primeiro computador.



Google+: empresas já podem criar páginas de suas marcas

8 Nov

Agora, pequenas e grandes empresas poderão ter mais visibilidade, criando páginas de suas marcas na rede social

Após anunciar que as  empresas deveriam parar de abrir perfis em sua rede social, em julho deste ano, o Google abre as portas do Google+, permitindo que companhias e marcas criem suas próprias páginas.
"Até agora, a Google+ estava focada em conectar pessoas com outras pessoas. Mas, nós queremos ter certeza que você pode construir relações com todas as coisas que você se importa, de negócios locais a marcas globais”, diz Vic Gundotra, vice-presidente de engenharia do Google, em um post no blog da empresa.
As páginas, até agora, têm o mesmo design que os perfis comuns de usuários. A única diferença é um pequeno quadrado, que fica ao lado do nome, indicando que é uma página.
Reprodução
Por enquanto, apenas algumas páginas de marcas estão disponíveis, como a do Angry Birds, Barcelona Football Club, Fox News, The Muppets e Pepsi, entre outras. Em breve, qualquer empresa poderá criar uma página, segundo o Google.

     Fonte:Olhar  digital

A Evolução dos processadores em relação ao tamanho

8 Nov

Com a evolução do processo de fabricação, processadores ficam mais rápidos, esquentam menos e chegam a usar componentes do tamanho de bactérias e vírus.

Infográfico - O tamanho dos processadores [infográfico]

 

Estamos tão acostumados a pensar nos processadores como sendo o “cérebro” da máquina que, às vezes, nem lembramos que eles também possuem um “órgão vital” em seu interior. Esse componente é o die, um pequeno chip que contém o circuito principal da CPU.

Cabendo na ponta do dedo indicador, o die possui circuitos tão pequenos que requerem uma técnica especial de fabricação. O artigo “Veja como são produzidos os processadores”, de Fábio Jordão, detalha cada etapa do processo, desde a extração do silício até a conclusão do processador.

Parte desse processo consiste na fabricação dos circuitos integrados do die, que se dá por meio de uma técnica conhecida como fotolitografia. Grosso modo, o diagrama de circuitos do processador é “projetado” por luz ultravioleta sobre uma lente. Essa lente, responsável por reduzir drasticamente o tamanho do diagrama, direciona a projeção para o die. A superfície do chip, coberta por um material fotorresistente, retém, então, a imagem dos circuitos.

Com o passar do tempo, essa técnica evoluiu e o ser humano foi capaz de produzir componentes cada vez menores, equiparando-os ao tamanho de vírus e de partes minúsculas de bactérias. Por isso, essa técnica de fabricação possui uma nomenclatura especial e que define, de certa forma, a geração em que ela se encontra.

O que significa ter um processador de 45 nm?

Teoricamente, esse número diz respeito ao tamanho da menor linha encontrada no circuito principal do processador. A primeira geração de microprocessadores, por exemplo, foi construída usando uma técnica de 10 µm. Sendo assim, a menor linha do circuito do Intel 4004 seria um pouco maior do que uma hemácia (glóbulo vermelho).

Vale a pena lembrar que os processadores são compostos por milhões de transistores, espécie de controladores que liberam ou amplificam um sinal elétrico. O Tecmundo possui um artigo mais detalhado sobre esse componente tão essencial.

Na prática, a nomenclatura da técnica de fabricação também define a largura de uma das “perninhas” desses minúsculos transistores. Mais precisamente, ela diz respeito à comporta (gate) do transistor, que pode influenciar, entre outras coisas, a velocidade do componente e o quão perto eles podem ficar uns dos outros.

Porém, com o passar do tempo, essa nomenclatura deixou de ser tão precisa. Por mais que a técnica de 350 nm, por exemplo, produzisse componentes de 380 nm, engenheiros de processo conseguiam aplicar alguns truques à arquitetura para que os circuitos funcionassem como se tivessem 350 nm.

Hoje, com algumas exceções, essa nomenclatura voltou a indicar com mais precisão o tamanho dos componentes (normalmente, a largura da comporta de um transistor). No geral, com a evolução da técnica de produção, os processadores ficam mais rápidos e ganham mais componentes, além de esquentarem menos e consumirem menos energia.

Com qual técnica minha CPU foi criada?

Com CPU-Z é possível descobrir a técnica usada em sua CPU

Existe uma maneira muito prática de descobrir a técnica de produção empregada no processador de uma máquina. Basta instalar o software CPU-Z, que também fornece detalhes sobre a memória e placa-mãe do computador. Ao executá-lo, selecione a aba “CPU” e confira o valor do campo “Technology”, expresso em nanômetros.

Prático, não?

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/infografico/14605-o-tamanho-dos-processadores-infografico-.htm#ixzz1d7088Pw3

Finalmente o Windows ganhará suporte ao Kinect em 2012…

7 Nov

 

(Fonte da imagem: Microsoft).

Mais de 200 empresas já se cadastraram para participar do programa inicial. Microsoft promete reinventar a forma de usar o computador.

    Um ano após seu lançamento oficial, o famoso  Kinect da Xbox finalmente poderá ser usado no Windows. A confirmação foi feita pela própria Microsoft em seu blog oficial, que afirmou que a chegada do periférico acontecerá em um programa comercial planejado já para o ano que vem.

    De acordo com o vice-presidente corporativo da companhia, Craig Eisler, o acessório fez com que as pessoas conhecessem uma nova forma de entretenimento. Com o Kinect tendo suporte aos PCs, a ideia é “reimaginar todo o resto”.

    De acordo com a página, mais de 200 empresas já se registraram junto à Microsoft para participar deste programa inicial. Segundo Eisler, permitir que outros desenvolvedores trabalhem com essa conectividade vai fazer com que novas possibilidades surjam, pois são centenas de profissionais visionários trabalhando para criar recursos completamente inéditos.

 

 

 

Info WEB